Raila Odinga abandona a corrida eleitoral no Quénia

Raida Odinga, líder da oposição no Quénia | AFP

Marcadas para o próximo dia 26 de Outubro, as eleições no Quénia continuam uma incerteza que fica agora acentuada pelo abandono da corrida eleitoral do líder da oposição, Raila Odinga, que enviou uma carta (manuscrita) a anunciar a sua decisão.

Odinga acusa a actual Comissão Eleitoral de ser compactuante com a violação do pacote eleitoral que ditou a anulação do escrutínio em Setembro último e de querer beneficiar o presidente do partido no poder.

Uhuru Kenyatta, actual presidente e candidato a sua própria sucessão, já veio garantir que mesmo sem a presença de Odinga as eleições terão lugar e agora incluirão os outros seis que estavam excluídos para a repetição das eleições.

Publicado: 16h20 e actualizado: 21h53 – 11 de Outubro 2017.

Deixar um comentário