Um grupo de alunos do primeiro e segundo Ciclo do Ensino Secundário, marchou até Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano, para saber diretamente da Ministra Conceita Sortane, o que terá precipitado a decisão de abolição de despensas em classes que anteriormente tinham exames.

Boa parte dos estudantes, reclama o facto deste informe, ter-lhes colhido depois da abertura do ano letivo em Janeiro, de 2018. Os pupilos, consideram, esta medida, surpreendente, injusta e desencorajadora, e que a decisão ira reduzir competição no seio dos alunos. Ate as 12:30, a direção do Ministério, prometeu aos meninos que haverá uma reunião entre líder dos alunos e a direção.

Uma particularidade nesta mini marcha de Pupilos, é que a nossa polícia, acorreu ao local e esta fortemente armada. Outra particularidade ainda, é que este acto de cidadania, acontece num dia, em que jovens da Cidade de Maputo e não só, estão fortemente empenhados em comer Hambúrguer na zona da Coop, as 13:30, em nome da cidadania.

PS: Esta é a segunda aula em matéria de cidadania que os jovens estão a ter. Primeiro foi com camponeses de Sidwava e agora com crianças da escola secundária.

Tags

Deixar uma resposta