“Dia histórico” Odinga saúda decisão do Tribunal Supremo

O líder da oposição Queniana, Raila Odinga, qualificou a decisão do Tribunal Supremo em anular as eleições presidenciais de 8 de Agosto como ‘histórica’.

Em discurso proferido fora das instalações do Tribunal após o anúncio da decisão, Odinga frisou que a anulação das eleições foi “um dia histórico para o povo Queniano e para o continente africano”.

O Tribunal Supremo anulou os resultados das eleições presidenciais do mês passado com uma decisão de 4 a 2. O tribunal considerou ter havido irregularidades que mancharam os resultados finais.

É a primeira vez em África, que um tribunal anula os resultados de uma eleição. Um recurso semelhante submetido na última eleição no Quénia foi totalmente rejeitado pelo Tribunal Supremo.

A Comissão Eleitoral deverá realizar novas eleições dentro de um período de sessenta dias.

Deixar um comentário