Mário Centeno foi eleito presidente do Eurogrupo

Sede da União Europeia | Bruxelas

O português Mário Centeno foi eleito presidente do Eurogrupo, o fórum de ministros das Finanças da zona euro, ontem (04) em Bruxelas, anunciou o Conselho da União Europeia. O ministro português, que era o candidato dos socialistas europeus, conseguiu apoio suficiente para ultrapassar Pierre Gramegna (Luxemburgo) – a candidata da Letónia, Dana Reizniece-Ozola, e o candidato Peter Kazimir (Eslováquia) tinham desistido na primeira volta.

Na conferência de imprensa após a reunião, o actual presidente, Jeroen Dijsselbloem dizendo que foi escolhido entre “quatro candidatos excelentes” à sua substituição, desejando-lhe felicidades no futuro cargo. “Depois de duas rondas, Mário Centeno foi escolhido”, acrescentou, desejando ao seu sucessor felicidades no cargo.

Centeno torna-se assim o terceiro presidente da história do Eurogrupo, depois do luxemburguês Jean-Claude Juncker e do holandês Dijsselbloem, assumindo funções em janeiro para um mandato de dois anos e meio, até meados de 2020.

 

Deixar uma resposta