Malawi aciona estado de alerta após ataques de islamitas em Moçambique

O jornal malawiano Nyasa Time reporta nesta quinta-feira (21) que os serviços de segurança activaram o estado de alerta após ataques de islâmicas em Moçambique.

A Ministra do Interior do Malawi, Cecilia Chazama, disse que o seu governo está a monitorar de perto a situação em Moçambique.

“Estamos cientes da ocorrência de ataques contra pessoas inocentes em algumas áreas no norte de Moçambique e estamos a monitorar a situação de perto”, disse Chazama.

Os ataques em Cabo Delgado são atributos a islamitas, localmente designados por Al Shabaab, entretanto, sem qualquer ligação com o grupo somali.

De acordo com a organização internacional Human Rights Watch, os ataques em Cabo Delgado mataram pelo menos 39 pessoas, tendo provocado o deslocamento de mais de mil pessoas desde Maio de 2018.

Centenas de famílias abandonaram as suas aldeias depois que suspeitos membros de um grupo islâmico armado terem incendiado as suas casas durante os ataque.

Deixar um comentário