Internautas revoltam-se contra aumento dos preços de internet da Vodacom

Aumento dos preços de internet revolta internautas em Moçambique. Foto: Bound for Adventure

O aumento do preço de dados de internet na operadora de telefonia Vodacom Moçambique, originou uma onda de revolta e contestação no seio dos usuários de internet em Moçambique. Segundo os novos preços que passaram a vigorar a partir do dia 22 de Junho, estima-se um aumento que varia entre 10 à 30 por cento dos preços anteriormente praticados.

A Vodacom não emitiu nenhum comunicado informando sobre a alteração dos preços bem como do formato dos pacotes de internet.

Em 2015, a entidade reguladora das comunicações em Moçambique, INCM, anunciou uma série de cortes de bónus dos serviços de telefonia móvel, levando as operadoras a agravar os custos dos serviços de voz e de dados. Em forma de protesto, cidadãos criaram uma petição apelando ao bom senso por parte das autoridades.

Uma publicação dirigida a Vodacom Moçambique e que conta com mais de 500 partilhas, circula nas redes sociais exigindo a reposição dos preços anteriormente praticados.

De acordo com a Alliance for Affordable Internet (A4AI). Moçambique é um dos países com a mais baixa taxa de acesso a internet (abaixo de 20%), situando-se na posição 47 numa lista de 58 países avaliados pela A4AI. Ainda de acordo com a mesma instituição, os preços são os mais elevados da região.

Deixar um comentário