FBI e Ministério da Justiça dos EUA investigam bancos credores de Moçambique

Polícia americana | FBI

A polícia federal (FBI) e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos estão a investigar os bancos Credit Suisse, VTB e Paribas pelo alegado envolvimento nos empréstimos secretos em Moçambique, noticia o Wall Street Journal (WSJ) esta segunda-feira (06).

No artigo, os jornalistas escrevem que esta investigação abre uma nova fase no inquérito global ao negócio da dívida moçambicana, cujo âmbito se alarga para eventual corrupção e potenciais acusações criminais, juntando-se às investigações em curso pelos reguladores financeiros dos Estados Unidos, Suíça e Reino Unido.

O escândalo das dívidas ocultas surgiu em Abril de 2016, com a divulgação pelo WSJ de empréstimos avalizados, mas não divulgados pelo Estado, no valor de 622 milhões à Proindicus e 535 milhões à MAM, atirando Moçambique para uma crise sem precedentes nas últimas décadas.

Os parceiros internacionais suspenderam apoios financeiros, a moeda desvalorizou a pique, as agências de notação financeira desceram o ‘rating’ e a inflação subiu até 25% em 2016, agravando a vida no país.

Deixar uma resposta