Atacar Pyongyang seria uma catástrofe global, diz Putin

Vladimir Putin, Presidente da Rússia | REUTERS/Sergei Karpukhin

O Presidente russo, Vladimir Putin, condenou no dia 5 de Setembro o último ensaio nuclear norte-coreano, mas também avisou contra o uso da força militar contra o país, considerando-o “um caminho para parte alguma”, mas que pode conduzir a uma “catástrofe global”.

Segundo a imprensa francesa, Putin adiantou que os vizinhos da Coreia do Norte devem envolver-se com o país, mas não ceder à “histeria militar”.

Putin acrescentou que seria importante que todas as partes afectadas pela crise, incluindo a Coreia do Norte, não enfrentassem “ameaças de aniquilação” e “andassem no caminho da cooperação”.

Deixar uma resposta