Angola: CNE volta a chumbar recurso da oposição

Imagem: Lusa/Notícias ao Minuto

A Comissão Nacional de Eleições de Angola considerou que as reclamações apresentadas pelos partidos da oposição UNITA e CASA-CE com relação ao apuramento dos votos das eleições gerais de 23 de Agosto carecem de evidências, fundamentação legal e foram submetidas fora do período extipulado por lei.

Estes pronunciamentos foram feitos hoje pela Porta-voz da CNE, Júlia Ferreira, após uma reunião plenária da CNE.

“Tudo visto, analisado e bem ponderado, a CNE considerou que os argumentos apresentados caem por terra, por falta de elementos de prova suficientes e idóneos, por falta de fundamentação legal, por desconformidade dos factos alegados em relação aos factos concretos, pela sua extemporaneidade, pela sua ilegitimidade em razão do território”.

Ontem, os partidos da oposição UNITA e CASA-CE submeteram reclamações que indicavam que nas províncias de Benguela, Lunda Norte, Cunene, Namibe, Moxico e Luanda, as actas de apuramento provincial não seguiram a tramitação legal.

Novo Jornal

Deixar uma resposta