Activista é detida por alegados insultos a Mugabe no Twitter

Robert Mugabe | The Telegraph

Uma cidadã norte-americana foi detida nesta sexta-feira (03.11) pela polícia do Zimbabwé por alegadamente ter insultado o Presidente do país, Robert Mugabe.

Os advogados da jovem de 25 anos afirmam que a acção é ilegal porque a polícia não explicou os motivos para a detenção quando Martha O’Donovan foi retirada da sua casa, na capital, Harare, na manhã de sexta-feira.

O’Donovan é acusada de veicular uma publicação na rede social Twitter em que descrevia Mugabe, de 93 anos, como um “homem doente”.

A detenção por subversão pode durar até 20 anos de prisão. O’Donovan também é acusada de minar a autoridade e insultar o Presidente.

A organização Advogados do Zimbabwé para os Direitos Humanos afirma que representa actualmente mais de 200 pessoas que se encontram nas mesmas circunstâncias da cidadã norte-americana.

Em Outubro, Mugabe nomeou um novo ministro para a Cibersegurança, medida criticada por activistas, que consideram a decisão como mais um meio para calar os comentários da população nas redes sociais.

Fonte: DW Português

Deixar uma resposta